Arquivo -agosto 2014

1
Não se Apega, Não
2
Lições de Amor
3
Um dia frio, um livro e uma sopinha
4
Três é Demais
5
A Bienal chegou!!!!
6
Playlists de Livros Nacionais (Parte 2)
7
Graffiti Moon
8
Sobrevivendo na Bienal – 05 Dicas Importantes!
9
A Promessa do Tigre
10
No Encontro de Uma Constante

Não se Apega, Não

Perdoem-me, mas sempre que vejo as redes sociais informando sobre algum livro de blogueira, a minha orelha fica em alerta e acabo me distanciando o mais rápido possível do mesmo. Este meu comportamento é comum em quase 100% dos casos, principalmente quando o livro envolve comportamento adolescente e histórias de amor cotidiano. Podemos dizer que, por este motivo, não queria ouvir falar de: Não Se Apega, Não! (O perdão ainda está valendo? Espero que sim hein!) Ué, você não gosta de ler livros de blogueiras e, principalmente, quando envolve assuntos comportamentais,??? Então, diz aí Dona Débora, como você está fazendo a resenha? *Pausa Dramática para a história!* No dia 23 de agosto, enquanto fazia as minhas pequenas compras na Bienal, em principal no estande da Intrínseca, acabei observando o comportamento da Isabela. Os fãs animados para a sessão de autógrafos, sorrisos… Mas, o que me chamou atenção foi um menino pedindo a minha forcinha para jogar o livro por cima do estande para receber autógrafo! O mais legal foi perceber que a autora o tempo todo prestava atenção nele, a única coisa que impediu o acontecimento foi um funcionário dizer que era errado ficar “burlando” a fila desta forma (tirem suas próprias conclusões, tsc, tsc). Uma pequena coisinha me fez ficar pensando “É, acho que preciso deixar o meu pré-conceito de lado e conhecer a história de Isabela Freitas!” Eu, por exemplo, passei a vida inteira fingindo ser alguém que nunca fui. Era meu mecanismo de defesa, eu gostava de parecer insensível a qualquer sentimento. Isso me fazia[…]

Leia mais

Lições de Amor

Quem nunca sofreu de amor que atire a primeira pedra!  No quarto volume da série fofa, Lições de Amor, da autora Ali Cronin, conheceremos Donna Dixon, uma das personagens mais carismáticas e interessantes da turma de amigos. Divertida e popular, a jovem sonha em ser uma famosa atriz. Aliás, ela é a grande artista do seu grupinho. Mas, seu sonho pode não ser concretizado se não conseguir passar em inglês. Não que a menina não seja inteligente, mas ela não vê muito sentido nas aulas. Sua verdadeira paixão é o palco. Ou seja, se quiser conquistar uma bolsa em uma das faculdades de teatro, tem que tirar uma nota alta em um trabalho de três mil palavras sobre Romeu e Julieta. Não bastasse todo esse drama, a menina mora com o pai desde que a mãe se casou novamente, tendo que suportar a insuportável namorada de seu pai, a esquelética e loira Barbie. (Interessante o nome e a descrição, não acham? rsrs) Com a ajuda dela é que seu pai decide que Donna precisa de aulas particulares de inglês se quiser se formar. Independente, ela mesma procura um anúncio e acaba contratando Will, um universitário fofo, lindo e super inteligente, que ensina inglês para conseguir uma graninha extra. É claro que a química entre eles rola logo na primeira aula. Contudo, Donna vem de uma experiência nada positiva, se recusando a abrir novamente o seu coraçãozinho.   Como eu disse na resenha anterior, Ali Cronin trata de assuntos comuns a todos nós que somos ou já fomos adolescentes um dia. Ainda que os temas sejam[…]

Leia mais

Um dia frio, um livro e uma sopinha

O post de hoje é mais um daqueles que vocês não estão acostumados a ver por aqui e que fazem parte das novidades do blog. Como eu falei no primeiro post da série Aleatoriedades, não vamos deixar de postar sobre livros… NUNCA! Mas, além de ler e resenhar, a blogueira aqui também curte outras coisinhas. Uma delas é cozinhar! Eu tive que aprender na marra, quando minha mãe faleceu e nossa, sofri viu? Em compensação, hoje sou capaz de preparar qualquer receita e até inventar algumas! rsrs E, nada melhor do que um típico dia frio de inverno para inaugurar o nosso momento culinária no Drafts. Inspirada pelo Gus, do Jantando Livros, resolvi que vou postar uma receitinha “minha” uma vez por mês – vou tentar, pelo menos. Eu até tinha gravado um vídeo com o passo-a-passo… mas, não gostei. Tenho certeza de que posso fazer melhor e, além disso, o Bob (uma das minhas calopsitas) ficou gritando e atrapalhou um pouquinho o áudio! =( Para essa receitinha, você vai precisar de:   Como fazer: 1- Lave as ervilhas e escorra. 2- Coloque as ervilhas em uma panela de pressão, com a água (em torno de 1 ½ litro) cobrindo as mesmas e deixe cozinhar em fogo baixo por, aproximadamente, 30 minutos. Depende da potência do seu fogão… aqui ela fica pronta em 20 minutinhos! 3- Corte a linguiça calabresa em cubos e reserve. 4- Descasque e corte a cebola e o alho – se você tiver um processador, pode usar também. 5- Em uma panela, refogue o alho e a cebola com o azeite, assim[…]

Leia mais

Três é Demais

Uma das séries mais fofas dos últimos tempos é Garota <3 Garoto, da autora Ali Cronin, publicada aqui no Brasil pela Editora Seguinte. Gente, sério, eu ADORO essa série. Cada livro que passa, a autora consegue ir amadurecendo as personagens e as histórias, tornando a leitura leve e gostosa. E, como quem me acompanha sabe, eu sou fã assumida de literatura infanto-juvenil. Odeio leituras muito pesadas… a vida já tem sua dose de pressão e tensão, não é mesmo? Além disso, as personagens dessa série são gente como a gente. Eu me coloquei em diversas das situações vividas por algumas das meninas. Quem nunca se apaixonou pelo cara errado? Ou teve que dizer não querendo dizer sim? Ou, ainda, fingiu ser quem não era para conquistar alguém teoricamenteespecial? Nesse terceiro livro, o foco está em Cass, a “nerd” do grupo. Na verdade, ela não é nada nerd, mas CDF – não vou escrever o que significa, quem tiver curiosidade, me pergunte no twitter! rsrs Cass namora Adam, um cara nada simpático, um verdadeiro brutamontes (intelectual e fisicamente falando), que não tem a aprovação de nenhum dos amigos dela – e ele também não gosta deles. Apesar disso, a menina tenta enturmar o namorado e a sua galerinha, mas sempre algo acontece e a paz vai por água abaixo. Adam é o verdadeiro idiota, gente! Não suporto ele também! Se no amor a menina não dá sorte, apesar de ter o melhor amigo lindo e fofo (Jack *olhinhos brilhando*) caindo aos seus pés e babando por ela, Cass sempre foi uma aluna nota[…]

Leia mais

A Bienal chegou!!!!

Olá Galerinha!!!! Bem, esse post vai ser curtinho, só pra dizer que a Bienal de São Paulo 2014 já começou e está um arraso!!! Vocês não imaginam a emoção que foi pisar em pleno Anhembi ontem! Conhecer tanta gente, tantos autores e, pra melhorar, hoje ainda tem mais!!! Hoje é que a festa vai bombar!!!! Por isso, vai aqui pra lembrar vocês que estarão presentes de corpo e alma na Bienal, do Encontro de Blogueiros que eu e o Robson do Perdido em Palavras, vamos apresentar no estande do Grupo Editorial Pensamento (J298), às 11h. Contamos com a presença de todos os nossos leitores e amigos, hein?! A gente sabe que a tentação hoje é daquelas… tem MUITA gente boa e ao mesmo tempo, mas não custa dar uma passadinha e dar um oi pros amigos aqui! Rsrsrs Ah! Além disso, pretendo participar de alguns eventos… Um deles é o Encontro de Booktubers, que vai rolar às 13:30, próximo ao anfiteatro. Estou muito animada para rever alguns amigos e poder dar aquele abraço em tantos outros desconhecidos pessoalmente, mas já queridos e parte do meu coração! Tem também o Evento da Tati Feltrin, do Tiny Little Things, com a Pamela, do Garota It. Como eu sou fã das duas e acompanho o trabalho delas há bastante tempo, podem ter certeza que vocês me encontrarão nesse momento também! Lembrando que eu estarei, se a Claro me permitir, postando tudo no Twitter, atualizando vocês de tudo e de todos os pontos em que estarei! E, se Deus quiser, vou conseguir tirar muitas fotos e fazer uns vídeos, com os melhores momentos dessa nossa festa linda![…]

Leia mais

Playlists de Livros Nacionais (Parte 2)

Hoje é dia de música! YAY. O que vocês andam ouvindo esses dias? Queria pedir desculpas pela mega demora, foram férias prolongadas e tudo estava muito estranho, mas a vida chamou de volta e I’M BACK! *todos comemoram* No último post da coluna, eu mostrei algumas Playlists de Livros Nacionais que encontrei lá no 8tracks. As playlists no Youtube ficaram para esse post… Então, vamos lá! O legal de playlists no Youtube é que você pode ir vendo os clipes (ou não). E, para quem falar dos anúncios: Magic Actions for Youtube (é mágico =p). Chega de enrolar… Vamos ouvir música! Todas as músicas (e a ordem em que elas estão) foram ‘ditas‘ pelas próprias autoras e a maioria dos vídeos foram elas quem ‘passaram os links‘. Agora, vamos colocar os fones e aumentar o volume. 🙂 O Pássaro – Samanta Holtz Comentário da Samanta sobre a primeira música: “Se “O Pássaro” um dia virasse filme, essa seria a trilha sonora do trailer, com certeza! É como se tivesse um pouco da alma do meu livro nessa música…”. O Pássaro é meu xodó e tem I Got You (Leona Lewis) na playlist. ♥ Quero Ser Beth Levitt – Samanta Holtz Li só os primeiros capítulos desse livro e a Amie é meiga demais! A playlist também… tem a musiquinha de Tangled!!!!! Renascer de um Outono – Samanta Holtz A Samanta disse que a primeira música lembra muito uma das personagens. Apenas, ansiando pelo livro para me apaixonar porque… All My Loving é amor. ♥ (TheBeatles é amor!)[…]

Leia mais

Graffiti Moon

Graffiti Moon é simplesmente leitura mais do que recomendada para os amantes da literatura jovem. O livro de Cath Crowley foi publicado aqui no Brasil pela Editora Valentina e, apesar de eu não ter curtido tanto a capa assim no começo, não posso dizer o mesmo da história: MARAVILHOSA. Lucy chegou ao final do ensino médio e, dentre a sua listinha de coisas a fazer com suas amigas na noite de sua formatura, uma delas é conhecer o Sombra, um misterioso e muito talentoso grafiteiro local. No meio dessa aventura/busca, ela acaba tendo que passar um tempo com Ed, um garoto que frequentava a sua escola, que ela teve um rolo de um único dia e que acabou apanhando da menina. Ed é um jovem muito inteligente, mas que tem uma vida bastante difícil. Mora sozinho com a mãe e tem que ajudar a mesma com as contas da casa. Acabou largando a escola para poder colaborar mais em casa e, assim, deixar que sua mãe realizasse um sonho antigo. Quando perde seu chefe e grande amigo, Ed se vê ainda mais solitário… Quando vê a admiração de Lucy – a menina que ele admira e tem uma queda – pelo trabalho dos grafiteiros Sombra e Poeta, ainda que com medo que ela descubra a verdade no final, ele promete leva-la ao encontro do seu fascínio, o Sombra. Além dessas duas personagens maravilhosas, que sustentam a história muito bem, contamos ainda com Jazz, Daisy, Leo e Dylan. Se Lucy é doida pelo trabalho de Sombra, Jazz é pelo do Poeta. Aliás, a ideia maluca de se juntar à Ed, Leo e Dylan – namorado[…]

Leia mais

Sobrevivendo na Bienal – 05 Dicas Importantes!

Confesso para vocês que a minha primeira vez em uma Bienal foi em 2013, no Rio de Janeiro, quando me reuni com algumas amigas da escola e tomei a decisão de visitar o “encontro real dos amantes dos livros”. Os dias que acabei selecionando foram um sábado e um domingo que tinham a participação especial do Nicholas Sparks e Mattew Quick. Foram dois dias, mas o suficiente para aprender com os meus erros e dar dicas de Como Sobreviver na Bienal em São Paulo. 1 – Chegue Cedo + Sapatos Confortáveis– Pais sempre vão achar que estamos exagerando quando pedimos para irmos cedo à eventos literários. Desta vez não caia na pilha deles, pois é importante. Calce os sapatos mais confortáveis. Deixe o salto e a sapatilha de lado e coloque aquele All Stars surrado de três anos atrás, acredite em mim, vai ser sua melhor escolha! O complexo da Bienal pode não ser “imenso” mas, o fato de ficar em pé nas filas das editoras e andar em cada setor para observar o que cada um tem reservado, vai lhe cansar… Por isso, vestir um sapato confortável (tipo, tênis!!!) é importante. Chegar cedo à Bienal em São Paulo é importante por causa das atrações. Conseguir pegar senha para o Harlan Coben, Cassandra Clare, Kiera Cass vai ser o foco de 99,99% dos participantes do evento, por isso, chegue cedo e tenha vontade de correr! *Que os Jogos Comecem!* 2 – Ingressos nas mãos e mapa na cabeça– Brasileiro é acostumado com mega filas e longas demoras, mas quando for à Bienal você vai se surpreender.[…]

Leia mais

A Promessa do Tigre

Aqueles que acompanham o blog há algum tempinho, sabem que eu sou LOUCA pela Colleen Houck. Então, se você ainda não sabia, pronto, está declarado. Eu AMO essa autora. Ela é uma das minhas queridinhas ever… Tudo por causa de uns certos tigres (em especial um… de olhos dourados… rsrs). Quando eu cheguei ao supostamente último livro da saga, O Destino do Tigre, fiquei com o meu coração partidinho. Como se despedir de Kishan, Ren e Kelsey? Como não se sentir órfã com aquele final?!?!?! Mas, eis que a diva Colleen anuncia que sim, teremos um quinto livro! Esperanças reacendidas! Coração acelerado! Team Kishan forever em ação novamente… A Promessa do Tigre ainda não é esse quinto livro, que será lançado em 2015, mas já nos deixou com água na boca e ansiando por tudo o que podemos aguardar. O conto, narrado por Yesubai, a primeira mulher que deixou os irmãos divididos, nos traz a história pouco mais de 300 anos antes de Ren, Kishan e Kelsey se conhecerem. Nele, conheceremos um pouco mais da jovem que encantou os príncipes e conquistou o coração e a confiança da Rainha. Em A Promessa do Tigre, teremos mais contato com Yesubai e seu pai, Lokesh, que já estava começando sua insana busca pelos pedaços do amuleto de Damon, que lhe daria mais poder e controle. A jovem menina nunca foi, de fato, amada pelo pai, contando apenas com o carinho e amor da sua acompanhante, Isha. Lokesh queria um herdeiro, um filho homem, desprezando a menina até então, quando sua beleza poderia lhe servir de arma para conseguir o que desejava. Yesubai nos mostra o[…]

Leia mais

No Encontro de Uma Constante

Direto, eu e todos os outros participantes do blog, estamos aqui emitindo nossa opinião sobre diversos livros. Agora, eu me lancei um desafio: como resenhar eu mesmo, meu próprio livro, sem ser imparcial? Você quer lançar um livro ou ser escritor? Essa, em minha opinião, é a primeira pergunta que todo mundo deve se fazer ao se propor criar um livro. Mas qual é a diferença? Lançar um livro é deixar público algo que criamos independente do resultado financeiro. Agora, ser escritor é escolher uma profissão e, toda profissão cultural é muito complicada, não é algo objetivo, como fazer engenharia e já sair com inúmeras possibilidades. O que muita gente ainda não entendeu é que ser escritor é montar uma empresa, é ser uma empresa, e por mais que exista uma editora te apoiando, ela é só a parte terceirizada do negócio. Já viu o livro que o céu forma em suas nuvens? É Deus escrevendo suas histórias? Ou apenas uma percepção de como tudo deveria ser? Quando eu comecei esse projeto, só pensava em lançar um livro, todo mundo me dizia isso, até que em 2010 inscrevi um projeto em um concurso cultural e consegui a verba necessária para realizar essa vontade. No entanto, vários problemas surgiram e só agora (2014) estou conseguindo concluir esse projeto. Isso não significa que fiquei quatro anos trabalhando intensamente no projeto; pelo contrário, o meu tempo foi muito dividido entre viver, fazer faculdade, planos e etc. Mas, também não significa que fiz o projeto de qualquer forma, ao[…]

Leia mais

Copyright © 2011-2015. Desenvolvido por String - Tecnologia e Web.