Como eu era antes de você

  • Twitter
  • Facebook
  • Google+

Nos últimos meses tudo o que se tem falado nas redes sociais são os quão incríveis são os livros da Jojo Moyes. Apesar dos comentários não havia me interessado por suas histórias, porém, após passar na fila com uma amiga para comprar o exemplar de Como eu era antes de você, decidi que havia chegado o momento de o ler (sim, claro, o final muito influenciou na decisão).

como eu era depois de você  (1)

Como eu era antes de você ganha voz inicialmente por Louisa Clark, uma jovem que por anos trabalhou em uma lanchonete. Acostumada com os clientes, o lugar e a incrível rotina que o ambiente acabou se desenvolvendo, Louisa decidiu não se especializar em nenhuma área do conhecimento o que acabou criando um grande desentendimento em casa ao ser despedida por causa do fechamento do local. Sem nada para oferecer no mercado de trabalho, Louisa aceita ser cuidadora do tetraplégico Will Traynor.

Will é inteligente, rico e mal-humorado, um belo clichê utilizado pela autora. Sua antiga vida era perfeita. Uma mulher a qual amava e sonhava em se casar, um negócio de sucesso e viagens ao redor do mundo, mas após o acidente e a perda de movimentos, Will adentrou em um mundo que na sua visão só tem apenas uma única opção e todos insistem em querer mudá-la.

como eu era depois de você  (2)

No momento em que li a sinopse me lembrei imediatamente do filme Os intocáveis que por acaso foi lançado em versão livro pela própria intrínseca o que acabou diminuindo bem as minhas expectativas com o livro e devo afirmar que as mesmas não me causaram nenhuma surpresa, mas a leitura foi agradável e Jojo soube criar uma personagem que me fez querer ser amiga.

Como eu era antes de você traz em seu contexto uma reflexão que você deve fazer sobre si mesmo. Analisar seus limites e perceber que a maior barreira de não conseguir atingir seus objetivos é você mesmo! É isso o que Jojo trabalha através de Will e Louisa, apesar de pertencerem a patamares diferentes na sociedade (rico e pobre) ambos carregam suas limitações (intelectuais e físicas) e o interessante é o fato da autora criar um elo de apoio entre ambos os fazendo enxergar que apesar de opostos (oi clichê) se entendem em muitos efeitos.

Algo que deva contar como spoiler – espero que não – é a discussão que a autora permite na distinção da eutanásia e da morte assistida e a dificuldade da sociedade em compreender o que estar vivendo diante das debilidades. Para mim, como eu era antes de você é a história de descobertas, mas não de mudanças – acredito que são arranhões superficiais no que encontra na camada mais profunda dos protagonistas.

Como eu era antes de você é um livro bom para quem quer ter uma leitura para passar um tempo e ainda rir um pouco com os looks maravilhosos da protagonista e em especial uma meia amarela e preta e no final de tudo ainda perceber como outras pessoas enxergam nossas limitações.

One answer

Leave a Reply

Your email address will not be published.
Required fields are marked *