Era uma vez no Outono

  • Twitter
  • Facebook
  • Google+
Era uma vez no Outono nos transporta de volta para a atmosfera boa de amizade entre quatro solteironas que a Lisa Kleypas criou nessa nova serie As Quatro Estações do Amor, na qual quatro amigas se unem para ajudar umas as outras a se casarem.  A nossa solteirona preferida da vez é a espevitada e norte americana, Lillian Bowman, que continua aprontando como sempre, mas que finalmente sede ao charme do ‘pomposo’  conde de Westcliff ou Marcus Marsden, inglês e organizado.
IMG_20160803_205002301bbbbbb
Vendo dessa forma, parece que o casal não tem nada para dar certo, né? Mas não se enganem, pois quando Lillian e Marcus estão no mesmo ambiente, tudo pode acontecer nesta história onde duas pessoas que ‘se detestam’, mas ao mesmo tempo tem muito em comum: personalidades fortes, são dominadores, não levam desaforo para casa e sempre tem razão! Quando os dois se encontram o conflito é inevitável, assim como a atração que sentem um pelo outro, mas que negam com todas as forças.
 O conde Westcliff tem muitas responsabilidades que vieram com o título, tanto que ainda não havia pensado em casamento. Sua mãe, a condessa viúva de Westcliff, tem esperanças de que o filho se case com uma lady inglesa e de boa família, já que suas outras duas filhas, para seu desgosto, se casaram com norte americanos e são muito felizes. E mesmo que Marcus tenha feito de tudo para garantir que as irmãs se casassem por amor, ele mesmo não pensa nisso, visto que o inevitável é que tenha que escolher uma esposa de modo prático.
 Conforme acontecem todos os anos, os amigos do conde vão para sua casa no campo e com isso os Bowman também, já que Marcus tem negócios com o pai de Lillian, sendo irremediável que suas filhas também compareçam. Lillian tem como cúmplice nas travessuras, a irmã mais nova, Daisy e juntas elas quebram algumas regras que os ingleses prezam bastante. (risos)
– Lillian… se você encontrar um marido este ano…. tudo vai mudar. Você vai mudar. Não haverá mais aventuras ou diversão, e ficarei sozinha.
– Não seja boba – disse Lillian franzindo a testa. – Não vou mudar e você não ficará sozinha.
– Você terá um marido a quem dar satisfações – ressaltou Daisy. – E ele não vai deixá-la se envolver em nenhuma travessura comigo.
– Não, não, não… – Lillian se aprumou e rejeitou aquela ideia com um gesto. – Não vou ter esse tipo de marido. Vou me casar com um homem que não notará ou não se importará com o que faço quando estou longe dele. Um homem como o papai.
Pág. 24
 Lisa Kleypas me conquistou, como já havia comentado na resenha do primeiro livro da série: Segredos de uma noite de Verão que você pode conferir aqui. Suas histórias são recheadas de bom humor, com ótimos personagens, muita paixão, intriga e por ser romance de época, me encanta mais ainda!
Essas amigas continuam firmes e fortes no objetivo de conseguirem bons maridos e com um pouquinho de insistência, mostram as qualidades do conde de Westcliff para a teimosa Lillian. Por outro lado, ao mesmo tempo em que Marcus se vê apaixonado por Lillian, ele passa por um conflito devido a personalidade forte da moça (que não é nada fácil). Mas quando se trata de amor e de perceber que quer passar o resto da vida com essa pessoa, algumas convenções sociais podem ser facilmente ajustadas. <3
Lisa deixa sua marca em mais uma série e esperamos que venham mais lançamentos para o Brasil.
 

Leave a Reply

Your email address will not be published.
Required fields are marked *