Ligeiramente Casados

Book

À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse "Custe o que custar!". Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum. Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias. Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar. Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados... Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página.

Ainda lembro do comentário do meu pai: “Você parece sua tia animada com esses livros!”… Mas, que mulher não ficaria animada para a leitura de um livro de época, aonde a honra vem antes do amor? Exagerada não é verdade?

foto 1

Ligeiramente Casados nos apresenta Eve, uma jovem que se tornou administradora da fazenda Solar Ringwood após a morte de seu pai. Sua vida é tranquila ao lado de seus dois filhos adotivos e os trabalhadores da propriedade, mas a notícia que Coronel Lorde Aidan Bedwyn pode mudar muitas coisas, como por exemplo perder o seu lar.

Aidan Bedwyn é um homem honrado, que sempre cumpriu com suas promessas, e não seria diferente ao ouvir as palavras de seu companheiro no campo de batalha. A questão é: até que ponto é necessário cumprir uma promessa?

foto 2

A autora nos apresenta uma história com dois personagens autoritários que desde o primeiro encontro deixam na mesa as diferenças de personalidade e universo e que mesmo um relacionamento de conveniência pode causar dores de cabeça. A realidade que são nessas dores de cabeça que conhecemos o lado afetuoso do Coronel Aidan e o amadurecendo de Eve diante da diferença de status social.

Mary Balogh soube conduzir a história do início ao fim. Ambientado em 1814, o detalhe acabou me empolgando e ao mesmo tempo me preocupando. Apresentar detalhes da época, como guerra e inimigos da Inglaterra, costumes, roupas e explicações da hierarquia social podem deixar a leitura enfadonha, mas com uma escrita delicada a autora se destacou e efetuou a missão com êxito.

foto 3

Apesar do livro ser focado no casal principal e nas suas diferenças de universo, fica mais claro tais diferenças quando a autora nos apresenta os personagens secundários. A forma que a sociedade enxerga todos aqueles que são diferentes e que são julgados por suas particularidades. A autora deixa claro a marginalização se compararmos essas particularidades com as que nós enfrentamos em nosso dia-a-dia, o que nos demonstra que desde 1804 não avançamos tanto assim. =/

Ligeiramente Casados é um livro que fala sobre honra, amor, mas acima de tudo solidariedade e responsabilidade com nossas promessas, mesmo que nossa própria história venha tomar um rumo diferente.

Publicado em: 16/jan/2015.
Livro enviado como cortesia.
Título original: Slightly Married
Páginas: 288
ISBN: 9788580413212
Skoob: Clique aqui para acessar
Tags: , ,
Tags do livro: ,
Primeiro capitulo/Trecho: Clique aqui para ler
Em: LivrosResenhas

Gostou? Assine nossa Newsletter!

(Seja o primeiro a fazer uma avaliação.) 1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
Loading...

Sobre o autor

Debora Queiroz
Debora Queiroz

Cristã-protestante, futura historiadora e saxofonista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar esses marcadores HTML e seus atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2011-2015. Desenvolvido por String - Tecnologia e Web.