• Twitter
  • Facebook
  • Google+

“Se você acha que sabe como é estar morto – se acha
que não passa de uma eternidade ouvindo harpas e
relaxando nas nuvens -, bem, pense novamente.
Já ouviu dizer que a vida continua?
Ela continua.
Além do ponto onde todos acham que ela termina.
Vá por mim. Estou morta há mais de um ano, e assim
que cruzei aquela ponte até o outro lado… foi aí que
tudo começou a ficar interessante…”

Um livro encantador como o primeiro da série, Radiante, onde nossa fofíssima – sim, ela é fofa apesar de ser “teimosa, obstinada, cabeça-dura, voluntariosa, desorientada, irracional, impulsiva” como Bodhi a define logo no começo dessa nova aventura -, ela nada mais é que uma menina de doze anos, com seus sonhos e medos, como toda menina nessa idade que acredita ser dona do próprio nariz, madura o suficiente para qualquer situação e invencível… sim, porque se bem me lembro dos meus doze anos, era assim que eu e meu grupinho, a “patota”, se sentia… Nada e nem ninguém seria capaz de nos abalar, nem garotos, nem pais, nem diretores de escolas, nem briguinhas tolas e fúteis… éramos meninas com personalidade forte, sonhadoras e um tanto quanto presunçosas… Nada muito diferente de nossa Riley…

Mas, voltando ao livro, Luminoso traz a história do que deveriam ser as divertidas e merecidas férias de Riley, Bodhi e Buttercup depois do sucesso em fazer com que “o menino” Radiante atravessasse a ponte para Aqui & Agora e deixasse de assombrar o Castelo Warmington, para na verdade se tratar de mais uma aventura em que nossos queridos amigos terão que vencer seus próprios medos, suas próprias decepções para fazer com que uma nada meiga e fofa menininha, Rebecca, pare de assombrar a praia de St. John ao lado de sua “Fera Infernal” e possa, finalmente, descansar e deixar descansarem as almas que ela faz questão de aprisionar e infernizar por conta do que aconteceu com ela e seu pai durante a revolta dos escravos de sua fazenda em 1773…

Será que Riley, Bodhi e Buttercup serão capazes de enfrentá-la? De enfrentar suas mais terríveis dores? Será que surgirá alguém capaz de ajudá-los? Quais são as motivações de Rebecca para aprisionar essas almas? O que levou a sua morte?

Não deixe de ler a continuação de Radiante…

Leave a Reply

Your email address will not be published.
Required fields are marked *