Meu novo vício: NETFLIX

Olá Galerinha!!!

Saudades que eu estava de poder sentar na frente do computador e dividir ideias, opiniões e aleatoriedades com vocês! Graças a Deus, as coisas estão se organizando e, finalmente, estou conseguindo mais um tempinho para me dedicar ao nosso cantinho! Como falei no vídeo, O Drafts não morreu, desde a época da Bienal que a vida deu uma acelerada, um monte de coisas acontecendo ao mesmo tempo e, com isso, quem mais acabou sofrendo foi o blog.

Porém, como acabei de comentar aqui, aos poucos a vida vai se ajeitando – e não, não foi nada ruim  o que aconteceu; na verdade, mais trabalho (um novo negócio) e algumas novas prioridades na minha vida pessoal. Mas, chega desse blá blá blá e vamos ao que interessa. =)

Durante esse tempo em que fiquei um pouco afastada do mundo literário – um pouco, porque, como vocês poderão ver em breve, a ressaca literária que me pegou em setembro foi embora e eu tô conseguindo manter um bom ritmo de leituras! -, eu reacendi um velho hábito, do qual eu estava sentindo muita falta: assistir SÉRIES!!!!

Eu e Igor já assinamos a Netflix há mais de um ano; porém, acredito que nunca utilizamos tanto essa super ferramenta como fizemos em 2015! Inclusive, há algumas semanas atrás, chegamos à conclusão de que estávamos pagando canais como Telecine e HBO à toa, porque acabávamos sempre ou assistindo filmes ou as séries que amamos na Netflix e não na TV a cabo. Para ser bem sincera, nós pouco vemos TV aqui em casa. Na maioria das vezes, assistimos programas em rede aberta, como Masterchef e The Voice Brasil, ou séries específicas, como The Voice Americano, The Flash e, agora, Supergirl. O que nos leva de volta ao meu novo vício…

Marvel-Netflix

Hoje, eu assisto a várias séries da e na Netflix, especialmente as criadas em parceria com a Marvel <3. Deixei de acompanhar algumas pela TV a cabo, especialmente por conta da minha nada regrada vida, e passei a acompanhar as mesmas por essa maravilha que custa, ao mês, menos do que uma única ida de um casal ao cinema, ao mês! #redundânciadessevezpode E, antes que venham falar que estou fazendo propaganda…

Sim, estou. Mas 0800, de grátis, como falamos aqui no Rio! Eles não estão me pagando, não fomos “contratados” para falar sobre eles. Simplesmente estou dividindo com vocês a minha opinião sobre essa “ferramenta” que veio para facilitar a vida de pessoas como eu, que não têm tempo – ou rotina certinha – para se comprometer a assistir determinada série em determinado dia.

Tudo bem que a GVT nos proporciona gravar os seriados, o que também tem facilitado a minha vida com The Flash e Supergirl, mas não é a mesma coisa! Com a Netflix, eu posso assistir séries e filmes aonde quer que eu esteja, na hora em que eu quiser e puder, e em qualquer eletrônico – celular, ipad, computador ou no meu caso, pelo XBox. risos

Então, resumindo a ópera: Netflix é a salvadora da pátria para aqueles que ou não tem condições financeiras para ter TV a cabo ou que, como eu, não tem uma rotina definida! Ah! E não precisa de mais do que uma conexão estável e o valor pago por mês te dá direito a até 03 acessos, logins! Maravilhoso, não? *-*

Em breve, vou compartilhar algumas das séries que assisto pela Netflix, algumas produzidas por eles mesmos – e que produções!!!! <3

Sobre o autor

Mônica Quintelas
Mônica Quintelas

Nica tem 32 anos, é mãe do Davi <3, empresária, esposa e blogueira por paixão. Nasceu na Cidade Maravilhosa, no bairro das Laranjeiras. É viciada em café e livros. Tem quase um zoológico em casa: a dash Amora e o pastor alemão Hunter, as calopsitas Bob e Belinha, e um aquário marinho - o hobby do maridão. Adora ouvir música, dançar, cozinhar, sair com os amigos, e assistir vídeos no Youtube! Acredita em Deus e seu maior sonho hoje é levar o Davi à terra natal de seus avós, Portugal.

2 comentários

Deixe um comentário =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar esses marcadores HTML e seus atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2011-2015. Desenvolvido por String - Tecnologia e Web.