Por que você deveria ver The Walking Dead?

Vou falar a verdade para você: eu não curto muito Zumbi. Embora eu ache interessante, não é o tipo de atração que me chama atenção. Por isso eu tive tanta resistência em começar essa série apesar de todo o sucesso dela. Só que, essa tal de Netflix, anda deixando a gente preguiçoso para ver séries em outros meios, vulgo torrent, por isso, quando minha agenda ficou vazia, resolvi arriscar essa série.

Walkers - The Walking Dead _ Season 5. Gallery - Photo Credit: Frank Ockenfels 3/AMC

Você deveria ver essa série porque ela é muito pouco sobre Zumbi e muito mais sobre caos. Sobre como sobreviver em um cenário de terror total e como estamos rodeados dos mais tipos de perfis, pois se você observar bem os personagens, vai conseguir reconhecer vários deles no seu cotidiano. É claro que há muitos zumbis e muitas cenas fortes do tipo que você não deveria ver enquanto come algo.

Ao menos estou surpreendido até esse momento. Estou na metade da segunda temporada ainda, tem muita coisa para ver e estou gostando.

 

Um fato curioso é que um tempo atrás, eu vi um vídeo falando sobre cenas tristes, algo do tipo, e tinha uma cena do seriado listada, agora que vi o episodio, foi um baita spoiler hahaha. Mas tudo bem, isso não chegou me chatear. Agora que passou, posso assistir sem ser vítima de spoiler novamente.

E para quem gosta de livros, há livros também sobre o seriado, uns seis se não me engano. Veja ou Leia, importante é curtir mais essa produção sensacional!

Sobre o autor

Bruno Luiz Mattos Oliveira
Bruno Luiz Mattos Oliveira

Nasceu em 1990 e mora em Cariacica (ES). É empreendedor, técnico em informática, formado em Sistemas de Informações e autor do livro No Encontro de Uma Constante. Não dispensa um bom rock.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar esses marcadores HTML e seus atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2011-2015. Desenvolvido por String - Tecnologia e Web.