Rascunhando…

  • Twitter
  • Facebook
  • Google+

Hoje não vou postar nenhuma resenha, mas sim um texto que fiz na época da faculdade! O texto fala sobre a leitura, o que é essa arte e o que ela nos desperta. Espero que gostem. Amanhã posto a resenha! AH! Estamos perto dos 250 seguidores… então, para comemorar, com a ajuda da Fabiane Ribeiro, minha parceira, vamos ter uma super promoção! Aguardem mais informações! =)

Ler é…

2011.11.04-Livros1-300x200

 

Ler é se enganar.

A pretensão de que todo texto é auto-esclarecedor é quebrada pela nossa percepção pois uma leitura nunca é o que é, ou seja, não podemos nos prender a mesma, uma única vez.

Ler é buscar incessantemente conhecimento.

Ao lermos vários textos, ao invés de obtermos respostas, novas dúvidas nos são passadas. Confiar na superfície de um texto é o maior engano que podemos cometer, visto que não há domínio empírico sobre o mesmo. É querer buscar respostas inalcançáveis.

Ler é destruir.

Ao colocarmos nossas verdades numa leitura, elas se partem ao passo que o leitor e o texto se confrontam. Quanto mais nos forçamos a achar verdades, respostas em um livro; mais interrogações o mesmo nos dá.

Ler é desconhecer verdades.

Ou seja, a verdade não é um instrumento de esclarecimento, mas sim de insegurança. Não há confiança nas verdades. A verdade não pode ser o meio pelo qual nós sabemos, de fato; ela só serve para trazer dúvidas. A verdade não sustenta o raciocínio, sim a ignorância.

Ler é desconhecer.

Quando lemos um livro, pensamos em absorver conhecimento e, numa primeira instancia, realmente acreditamos que isso, de fato, acontece. Porém, quando entramos em contato com outros textos, percebemos que nossa leitura não foi a “esperada”.

Ler é se surpreender.

O texto só nos traz dúvidas quando não estamos em contato direto com ele, ou seja, quando não o lemos. Assim, se o conhecimento existe, só é possível se nos deixarmos perceber as dúvidas e, quanto mais dúvidas percebermos, mais próximos estaremos do texto.

Ler é buscar.

Quando estudamos, não podemos nos basear numa única fonte de leitura. Certo? Com a leitura de um livro literário acontece o mesmo. Precisamos ler outros livros para que possamos ter uma visão mais esclarecedora.

Ler é se libertar.

Se nos prendermos num mesmo livro muitas vezes sem essa visão, podemos entrar num círculo vicioso, ou seja, nos fecharmos nas mesmas dúvidas… Enfim, não nos permitimos mudar, por isso, o ato de ir e vir entre textos significa a revitalização do próprio texto.

Boa Leitura a todos!!!

menina_lendo1-292x300

Leave a Reply

Your email address will not be published.
Required fields are marked *