Marcador -E-book

Não Fuja!

Último livro da trilogia de sucesso NÃO PARE! Ciente do tempo que se esgota e em meio à sangrenta batalha que se desenvolve em seu coração, Nina parte em busca das suas respostas e verdades. Ela enfrentará traições, lendas e sofrimento para finalmente descobrir que o poder transformador que penderá a balança para o bem ou para o mal estava bem mais perto do que ela podia imaginar, na tênue linha que separa a vida da morte. Aceitaria sua morte para salvar as pessoas que ama? Que caminho seguir agora que Nina se sente viva pela primeira vez na vida?

Leia mais

Não Olhe!

2º Livro da trilogia de sucesso NÃO PARE! Prisioneira de uma sombria dimensão. Possuidora de um dom e de uma maldição. Determinada a encontrar seu caminho e sua identidade. Fugir e sobreviver ou enfrentar seus fantasmas e acabar morrendo? Se justamente a única pessoa que poderia lhe ajudar foi a responsável por reduzir seu coração em pedaços, em quem Nina poderia confiar agora que acaba de descobrir que a morte pode ter muitas faces?

Leia mais

Não Pare!

Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina! Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela!

Leia mais

A Rainha

Uma das personagens mais cativantes de A Seleção é a rainha Amberly, mãe do príncipe Maxon. Ao longo da série, descobrimos pouca coisa a seu respeito, e muitas dúvidas permanecem: como uma pessoa tão bondosa e gentil se apaixonou por um homem rígido e impiedoso? Por que Clarkson a escolheu, considerando que ela vinha de uma casta baixa e de uma província pobre? E qual era exatamente seu estado de saúde? Chegou a vez de Amberly contar sua própria história. Em A rainha, disponível em edição digital, acompanhamos a Seleção anterior à de America Singer, quando Amberly foi ao palácio com outras trinta e quatro garotas para disputar o coração do então príncipe Clarkson. O leitor enxergará uma nova faceta do rei através dos olhos apaixonados de Amberly, entenderá melhor o relacionamento dos dois e conhecerá um pouco mais do passado dessa personagem tão encantadora – uma garota simples que provou que uma rainha pode vir de qualquer casta.

Leia mais

Casamento por Conveniência

Casamento por Conveniência – Um compromisso por interesse chamado de “casamento”. Desesperada por dinheiro para salvar a casa de sua família, a impulsiva Alexandria McKenzie se entrega a uma última e inusitada tentativa: faz uma simpatia de amor para encontrar um marido. Um marido rico, de preferência. Nicholas Ryan não acredita em amor eterno, casamento e família. No entanto, para que possa herdar as ações de seu tio e se tornar sócio-majoritário da empresa da família, ele deveria atender a um único requisito do testamento: casar-se e manter-se casado por pelo menos um ano. Nick e Alexa possuem muito pouco em comum, apenas o fato de Alexa ser a melhor amiga da irmã de Nick. Mas, movidos por seus interesses, os dois decidem se unir. Um acordo nupcial simples, sem paixão e sem complicações. Esse será o combinado por um ano. Mas a convivência será capaz de fazer nascer algum sentimento entre eles?

Leia mais

Para nossa alegria!

Oi, pessoas! Acreditam que mês passado a coluna fez um ano e eu só percebi isso depois? Espero que vocês gostem muito desse post para compensar meu esquecimento. E, pra comemorar, nada melhor que espalhar projetos nacionais legais e, para nossa alegria, gratuitos! O post está cheio de links legais. VEM, GENTE! 😀 LIVROS, CONTOS, COLETÂNEAS: Escuta Essa: Música nacional boa + contos = e-book fofo, que eu ainda não li por muita falta de vergonha na cara. Você pode fazer o download aqui. Dia 29/10 irão lançar a versão física da coletânea. Saiba mais aqui. 🙂 Universo Desconstruído:  Universo Desconstruído é uma coletânea de ficção de científica feminista, que parece ser muito legal. Li comentários bem positivos à respeito da coletânea. Você pode saber mais e/ou fazer o download no formato que preferir aqui. ^^ Futura: Pós-NaNoWriMo + grupos de escrita com pessoas legais = histórias sobre o século XXXI com uma capa linda. Eu li três contos dessa coletânea e achei bem legal. Eu ri MUITO lendo o conto de Felipe Fagundes. VOCÊS PRECISAM LER! É MUITO ENGRAÇADO/LEGAL/DIVERTIDO/ÓTIMO!!! Façam o download aqui. 😀 Diga Meu Nome e Eu Viverei – Lady Sybylla: Você gosta de zumbis? Nesse livro, há zumbis em SP! Um belo dia, estava no twitter e caiu esse link na timeline. Ainda não li o livro; mas quero ler. Aqui você pode saber mais como a ideia surgiu, fazer o download em três formatos diferentes e ouvir a trilha sonora. 😛 HQs: Vidas Imperfeitas e Extras – Mariana Cagnin: Não[…]

Leia mais

Desaparecida

Sabe quando você não dava lá muita coisa por um livro ainda que a editora tenha feito um marketing interessante sobre o mesmo? Pois é, esse foi o caso de Desaparecida, da autora Catherine McKenzie. E, graças a Deus, eu estava redondamente equivocada. Desaparecida me pegou logo nas primeiras páginas e eu não conseguia largar o livro. A história pode até ser previsível depois de alguns capítulos, mas a forma com que a autora vai nos dando os acontecimentos, nos prende e faz querer chegar devorar a história de Emma Tupper – advogada brilhante, quase sócia do renomado escritório TPC. Mas, afinal, quem é – ou era – Emma Tupper? O que aconteceu para que ela fosse dada como Desaparecida? O que aconteceu para que seu então namorado, Craig, e seus colegas de trabalho a dessem como morta? Como se ela não existisse mais… Quando sua mãe perde a batalha para o câncer, Emma se vê sem chão. Abandonada pelo pai quando criança, sua única família era ela e uma vizinha, Sunshine. Para realizar o último desejo de sua mãe, Emma embarca em uma viagem, a princípio, de um mês para a África, sozinha, sem namorado e amigos, em busca de entender o fascínio de sua mãe por aquela cultura. Porém, um terremoto faz com que nossa moça fique mais tempo por lá do que o esperado, causando a enorme confusão sobre a qual comecei essa resenha, nas vésperas de Natal, quando Emma finalmente volta para sua casa… Nem tudo são flores. Sua vida não existe mais. Suas coisas estão todas fora de lugar.[…]

Leia mais

Não se Apega, Não

Perdoem-me, mas sempre que vejo as redes sociais informando sobre algum livro de blogueira, a minha orelha fica em alerta e acabo me distanciando o mais rápido possível do mesmo. Este meu comportamento é comum em quase 100% dos casos, principalmente quando o livro envolve comportamento adolescente e histórias de amor cotidiano. Podemos dizer que, por este motivo, não queria ouvir falar de: Não Se Apega, Não! (O perdão ainda está valendo? Espero que sim hein!) Ué, você não gosta de ler livros de blogueiras e, principalmente, quando envolve assuntos comportamentais,??? Então, diz aí Dona Débora, como você está fazendo a resenha? *Pausa Dramática para a história!* No dia 23 de agosto, enquanto fazia as minhas pequenas compras na Bienal, em principal no estande da Intrínseca, acabei observando o comportamento da Isabela. Os fãs animados para a sessão de autógrafos, sorrisos… Mas, o que me chamou atenção foi um menino pedindo a minha forcinha para jogar o livro por cima do estande para receber autógrafo! O mais legal foi perceber que a autora o tempo todo prestava atenção nele, a única coisa que impediu o acontecimento foi um funcionário dizer que era errado ficar “burlando” a fila desta forma (tirem suas próprias conclusões, tsc, tsc). Uma pequena coisinha me fez ficar pensando “É, acho que preciso deixar o meu pré-conceito de lado e conhecer a história de Isabela Freitas!” Eu, por exemplo, passei a vida inteira fingindo ser alguém que nunca fui. Era meu mecanismo de defesa, eu gostava de parecer insensível a qualquer sentimento. Isso me fazia[…]

Leia mais

Copyright © 2011-2015. Desenvolvido por String - Tecnologia e Web.