Marcador -relacionamentos

1
Nossa História de Amor
2
Como dizer que ama sem usar as palavras “Eu te amo”
3
Bicicleta Amarela
4
Amor ao Pé da Letra
5
Não se Apega, Não

Nossa História de Amor

Para encerrar a Semana do Amor Drafts, um pouquinho de como eu e Igor nos conhecemos! Ah! E uma dica para aqueles que estão em busca da sua metade da laranja: PACIÊNCIA! O amor acontece quando menos esperamos e quando tem que ser… independente da nossa vontade! <3  

Leia mais

Como dizer que ama sem usar as palavras “Eu te amo”

O título do post hoje é um pouco longo e traz uma grande questão: como dizer que ama alguém sem usar as palavras “Eu te amo”? Não é de hoje que a palavra “Eu te amo” se tornou um pouco frágil e genérica. Temos medo de ouvi-las e temos medo de oferecê-la. Dizer se tornou algo como assinar um contrato. Não é à toa que outras simbologias para dizer “eu te amo” se tornaram famosas.   Precisamos dizer que amamos alguém, porque viver é sentir e saber. Há dias que eu sei que amo alguém, mas não consigo sentir isso, seja porque essa pessoa me magoou ou porque acordei de mau humor. Mas eu sei. E saber é o que importa naquele momento. É isso que te faz atravessar o momento ruim e persistir no amor. Uma regra que passei a levar comigo é: sempre tome uma decisão 48 horas depois. Há outros momentos que eu não sei se amo alguém, mas sinto que sim. Talvez por uma fração de tempo eu sinta algo tão grandioso quanto o amor, mas que não seria justo falar que é amor sem o devido tempo. É nesse ponto que vacilamos no “Eu Te Amo”. Você conhece alguém legal, sente algo incrível e diz que é amor. No dia seguinte, acorda como se tivesse feito um acordo na encruzilhada, se sente culpado, confuso e pensando em “como rescindir esse contrato?”. E, ao fazer isso, o outro lado se sente enganado, destruído e sem chão. Quem é o culpado? Não há[…]

Leia mais

Bicicleta Amarela

Bicicleta Amarela, o novo selo de saúde e bem-estar da Rocco, vai trazer as respostas para essas e outras questões sobre desenvolvimento pessoal, família, filhos e sexo. O que tem na cestinha dessa bicicleta? Livros de “ficção inspiracional”, lições de vida e de superação. Em resumo: novidade, com credibilidade. Especialistas em psicologia, sabedoria oriental, meditação, ioga, tendências em gastronomia, cozinha criativa, hortas urbanas e uma linha de guias de bebidas, etiqueta, turismo. Livros que fazem rir e curtir melhor nossa relação até com cães e gatos. Viagens culturais, de peregrinação, esportes radicais, novidades em decoração, do-it-yourself. A Bicicleta Amarela vai trazer tudo isso com um jeito inovador.  Com discurso e design diferenciados. Com a marca da diversidade. O texto gostoso que você espera de sua revista preferida. E a imagem da Bicicleta Amarela traduz isso: bicicletas são atemporais, têm design antigo, mas leve, clean e moderno. São sustentáveis e ecológicas, nos levam mais longe… Amarelo é a cor do sol, da energia, da iluminação, dos grandes líderes espirituais… Esses são exemplos dos rumos, novos e diferentes que a Bicicleta Amarela vai trilhar. Faz 40 anos que a Rocco lança e acompanha tendências. Não é diferente com o Bicicleta Amarela. Um selo urbano, moderno, para gente que busca um jeito de viver mais e melhor. Acredito nisso e vivo essas coisas. Estou muito feliz por estar nesse projeto e agradeço à Rocco pela chance de colocar essa bicicleta nas ruas.

Leia mais

Amor ao Pé da Letra

A agente literária Melissa Pimentel, assim como sua personagem, Lauren, se mudou de uma pequena cidade nos Estados Unidos para Londres de um dia para o outro. Assim como a protagonista, seu principal objetivo também era se divertir, sempre que possível acompanhada de britânicos sexy. Infelizmente, Melissa logo descobriu que conquistar esses homens era mais difícil do que parecia, mesmo quando ela jurava não querer nada sério. Foi aí que surgiu a solução: decidiu seguir os conselhos dos mais populares livros de autoajuda para conquistar homens e criou um blog para narrar suas experiências. Nasceram daí os encontros de Lauren, que em Amor ao pé da letra, receberam toques de ficção, como uma legítima comédia romântica. Um diário de Bridget Jones para uma nova geração, Amor ao pé da letra promete conquistar todos que já sofreram na busca do amor verdadeiro.

Leia mais

Não se Apega, Não

Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos. Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos. Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado. Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.

Leia mais

Copyright © 2011-2015. Desenvolvido por String - Tecnologia e Web.