Um até breve, meu herói

  • Twitter
  • Facebook
  • Google+

O post de hoje é um dos mais difíceis que vou fazer em tanto tempo de blog. Não sei nem como começar. Estou realmente destruída, com o meu coração partido.

Ontem, eu perdi a pessoa mais importante da minha vida, um pedaço enorme de mim: Meu Pai. Eu ainda não consigo acreditar. Ele estava bem. Rindo, conversando, brincando. E, de repente, se foi. Deixou a mim, meus irmãos, familiares e amigos. Eu estou sem chão. Não consigo parar de chorar. TUDO me lembra ele.

Meu pai foi meu melhor amigo, meu exemplo de vida, meu pai, meu grande HERÓI. Como dizer adeus a ele? Como viver em um mundo onde ele não mais está? Como seguir adiante?

260620100961

Meu pai era como dói falar assim um homem maravilhoso. Simples. Humilde. Trabalhador. Amoroso. Foi com ele que aprendi a ser muito do que eu sou hoje. Ele era cheio de vida, de disposição. Não tinha tempo ruim. Estava sempre sorrindo. Sempre calmo. Para tirar o meu velho do sério, tinha que fazer algo muito grande mesmo. Ele tinha uma paciência de Jó!

Ontem, ao procurar por fotos nossas, me senti muito triste, mas ao mesmo tempo, muito abençoadaEle SEMPRE esteve e SEMPRE estará comigo. Em tudo o que ele me ensinou, em todos os momentos que pudemos compartilhar e que eu farei questão de passar para os meus filhos. Nossa, ele estava tão feliz que ia ser avô em breve. Eu pretendia dar um neto ou uma neta à ele esse ano. A nossa Manuela ou, agora, o nosso Manuel Neto. Fiquei sabendo, inclusive, que ele já andava contado para os fregueses do bar…

0021

Ah, o bar… O que vai ser dele agora? Quem vai abrir cedinho, preparar o pão, os salgadinhos, o café do jeitinho que ele fazia? Quem vai preparar o Toddynho e o pão com manteiga para os meus irmãos ou separar o mate com o bolinho de carne para mim ou o Toddynho com a salsicha enrolada pro meu marido? Ele sabia como cuidar de cada um de nós. Ele se preocupava com cada um de nós. Adotou o meu marido como filho. Teve a Luzia como sua companheira nos últimos anos. Adotou, inclusive, os filhos dela como seus. Né Priscilla e Diogo?

Meu pai é e sempre será meu maior tesouro. Ele sempre estará presente em minha vida. Devo tudo o que consegui à ele. Ainda que ele não tenha concluído os estudos, já que a vida na roça, em Portugal, era dura, ele sempre incentivou a mim e aos meus irmãos. Ele sempre nos apoiou – ainda que não entendesse nossas escolhas muito bem. Ele sempre esteve aqui. E sempre estará.

20121225_0117291

Me dói saber que meus filhos não poderão conhecê-lo pessoalmente. Mas, ao mesmo tempo, eles vão conhecê-lo através de mim e da minha família. Eu farei questão de mostrar pra eles o grande homem que meu pai foi: aquele que pensava sempre nos outros primeiro, que deu a vida por mim e por meus irmãos, que trabalhou duro para conseguir tudo o que queria, que viveu intensamente todos os momentos que pode, que estava sempre sorrindo. Aquele que me ensinou a nunca desistir dos meus sonhos, que me ensinou a andar de bicicleta, que me ensinou a pular as ondas do mar, que me ensinou a dançar (ah, que saudade dos bailes nas casas portuguesas!), que me ensinou a trabalhar, que me ensinou a perdoar, que me ensinou a amar.

Obrigada, meu herói, por tudo o que você fez por mim. Por todos os momentos que pudemos dividir. Por todo o seu carinho. Por ter sido o melhor pai do mundo. Eu NUNCA vou te esquecer. O seu sorriso, meio de ladinho, sempre estará em minha memória. Meu coração está doendo muito. A saudade, me consumindo. Mas, sei que o nosso adeus é somente um até breve! Sei que logo vamos nos reencontrar. Que eu poderei te abraçar novamente e passar toda a eternidade com você.

Eu te amo eternamente, meu Papito, meu velhinho, 

meu herói, meu amor maior. 

DSC097291

A vida está sem cores para mim. Sei que pode soar egoísta, mas não consigo pensar em nada neste momento. Só no meu Pai. Só no que ele foi, é e sempre será para mim. Estou consumida pela dor da separação, mas tentando me agarrar à esperança da eternidade. E, por estar muito abalada e um tanto sem chão, que peço a compreensão de vocês, meus leitores, nesse momento difícil e doloroso. Não sei quando vou conseguir voltar a postar por aqui. Vou conversar com os outros resenhistas ainda, mas não sei como será por agora. Como eu disse, perdi meu maior tesouro, estou sem condições de tomar decisões nesse momento. Espero que vocês compreendam e que não abandonem o Drafts.

Obrigada e até breve…

2 Answers

  1. Brubs
    10/04/2016 at 18:27

    Meus sentimento Nica!!
    Suas palavras fizeram brotar lagrimas em meus olhos, deu pra sentir a dor que esta sentindo. Tome o tempo que for e volte logo. Toda força do mundo pra vc e sua familia. Seu pai esta no ceu olhando por vcs.

  2. Sara
    20/05/2015 at 22:23

    Meus sentimentos, Nica 🙁
    Li esse texto com lágrimas dos olhos e o coração apertado, porque sei como é perder alguém importante; e fiquei pensando nos meus pais; eu ficaria sem chão e sem perspectiva do futuro se eu os perdesse.
    Toda força do mundo pra ti, que Deus conforte o teu coração.

Leave a Reply

Your email address will not be published.
Required fields are marked *