Um Lugar Para Ficar

  • Twitter
  • Facebook
  • Google+

Em Um lugar para ficarDeb Caletti nos apresenta a personagem Clara, uma adolescente meiga, cheia de sonhos e filha de um famoso escritor. Certo dia no colégio, Clara conhece Christian, logo um se vê atraído pelo outro. Em pouco tempo embarcam então em um romance.

Christian aparentava ser um menino fofo, charmoso, mas não demonstrava muito de sua personalidade, sendo então uma incógnita ao leitor. Com o tempo essa personagem vai dando pistas de seu lado sombrio e, aos poucos, começa a mostrar seus ciúmes por Clara, tudo começando calmamente, até perder o controle. O que era de se esperar… ciúmes e amor não combinam!

Portanto, o que de início era afeto, amor, compreensão, torna-se uma obsessão. Christian começa a demonstrar um ciúme doentio, sufocando a garota e causando medo, pois visivelmente ele está disposto a tudo para mantê-la ao seu lado. Algumas pessoas tentaram alertá-la sobre o comportamento do seu namorado, mas ela relevou, e só depois de um tempo percebeu como realmente era a pessoa que estava ao seu lado. Quantos de nós já não passamos por isso ou vimos acontecer com alguém próximo, não?

Com medo, Clara foge com seu pai para uma cidade pequena, onde ninguém sabia como encontrá-los. Mesmo? Tudo o que ela mais queria era reconstruir sua vida, mas será que Clara vai conseguir se afastar desse monstro e se curar de todos os seus medos?

Um lugar para ficar é narrado em primeira pessoa por Clara, uma jovem muito bem humorada, que gosta de fazer brincadeiras com os amigos, e acho que esse é o maior diferencial da protagonista. Através também das descrições dos seus sentimentos e de tudo que ela passou, entendemos seus medos e a aflição que tomou conta de si quando Christian revelou seu verdadeiro eu.

Clara ficou com diversos traumas após esses acontecimentos, a sensação de que sempre havia alguém a seguindo, medo, ter que esconder partes da sua vida para outras pessoas, não ter ouvido seu pai e suas amigas quando a alertaram, tudo isso pesou sobre ela, que vive constantemente com a sensação de vergonha e medo. Até mesmo de se apaixonar novamente.

Percebemos desde já que esse livro vem discutir um tema real e que acomete diversas pessoas. O ciúme doentio e a ameaça infelizmente faz parte do cotidiano de muitos, até mesmo próximos a nós. Sempre vemos casos como esse em jornais ou TV.

Deb Caletti soube trabalhar com esse tema em sua obra, o qual é bem polêmico e, como coloquei anteriormente, real. A autora teve sensibilidade ao compor a história, e não nos surpreendemos somente com a Clara, mas também com as demais personagens secundárias, como seu pai, pois muitas coisas ainda são obscuras à jovem.

Para escrever uma história como essa, é preciso uma delicadeza, senso de observação e pesquisa muito grande por parte do autor e, nesses quesitos, a autora não deixa a desejar. O livro consegue nos surpreender em alguns pontos, e também há o suspense.

A leitura pode parecer tensa, mas tem uma narrativa leve e envolvente. Clara, em alguns momentos, pode parecer irritante; mas temos que levar em consideração que ela é uma adolescente e, assim como todos nós somos ou já fomos um dia, está propicia a tomar decisões e atitudes erradas. Mais uma vez a Editora Novo Conceito trouxe um ótimo livro.

 

Leitura recomendada para quem quer uma história diferente e mais realista.

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.
Required fields are marked *