Uma Longa Queda

Book

Uma longa queda conta a história de quatro pessoas que se encontram por acaso no terraço de um dos maiores prédios de Londres, na noite de ano-novo, com a intenção de se suicidar. Desesperados mas sem determinação suficiente para pular, Martin, um apresentador de televisão que viu a carreira desabar depois de se envolver em um escândalo, Maureen, uma senhora solitária cuja vida se resume a cuidar do filho que há quase duas décadas se encontra em estado vegetativo, JJ, um músico americano fracassado que sobrevive entregando pizzas, e Jess, a desequilibrada e passional filha do ministro da Educação, começam então uma tragicômica busca por algum motivo para viver, ou pelo menos por alguma desculpa para adiar a morte iminente. Quando os quatro descem para procurar o namorado de Jess, uma improvável comunhão se forma entre eles. Neste quarto romance, Nick Hornby assume a difícil e aparentemente contraditória tarefa de abordar um tema denso de modo leve e irônico. Como explica o autor, "eu queria escrever um livro que chocasse, sobre algo extremamente para baixo, e queria ver se conseguiria tirar esses personagens do fundo do poço sem ser sentimental ou irrealista. Se eu escrevesse um livro sobre depressão completamente depressivo, por que alguém o leria?". O resultado é que, aturdido com a trágica e absurda situação, o leitor não sabe se ri ou chora, se sente pena ou raiva, completamente preso ao rodamoinho de emoções criado por Hornby. O romance é todo narrado em primeira pessoa pelos quatro aspirantes a suicidas, que descrevem suas experiências e seus pensamentos de modo absolutamente diferente uns dos outros. É notável como o autor consegue mudar drasticamente a voz narrativa sem, em nenhum momento, ser pouco convincente, encarnando com maestria quatro personalidades distintas. Ao contrário de outros livros do gênero, Hornby não perde tempo contando e recontando os mesmos episódios, cada narrador começa seu relato partindo do ponto onde o anterior parou, o que dá ao romance um ritmo vertiginoso e envolvente.

O interesse por Uma Longa Queda veio após eu assistir o trailer do filme. Ainda não assisti à adaptação, mas acredito que irei gostar. Essa leitura foi ainda é uma experiência estranha. O autor é bem comentado e, eu gostei do que li. Só senti falta daquela coisa que me faz amar demais um livro. Li Uma Longa Queda há algum tempo, mas não tinha conseguido fazer a resenha ainda. Li outras resenhas, folheei o livro… e ainda não entendo bem meu sentimento em relação ao mesmo. É muito bom e eu gostei, mas senti falta de algo. Quando paro e reflito, me pergunto o que falta ali e não acho a resposta. Sinto que não tem resposta! haha. Alguém já passou por isso? Não tô sabendo lidar!!!!

capa

É muito fácil pensar na morte como solução quando tudo dá errado, mas isso é o que menos queremos lá no fundo (a não ser que você realmente tenha tendências suicidas e, neste caso, eu indico um psicólogo/psicanalista. Eles são muito bons!). Esses dias, assisti um dorama em que as pessoas tentavam o suicídio depois de algumas frustrações comuns como, por exemplo, ter um amor não correspondido. Me assustei um pouco com isso, mas quantas pessoas não veem a morte como solução? Uma Longa Queda trata disso de uma forma natural, sem aquele drama ou culpa maçante. É um livro leve, que me arrancou boas risadas e reflexões.

O livro é dividido em três partes. É narrado em primeira pessoa, intercalando o ponto de vista das quatro personagens. O Nick Hornby arrasa demais, demais, demais! A forma como ele conta a história dos quatro, pelo ponto de vista de cada um, faz a gente entender bem a visão de mundo deles, a forma como lidam com as coisas e os motivos para terem ido àquele terraço na noite de ano novo. Pelo que li do autor, uma das suas marcas registradas é o humor. E não poderia ser diferente em seu melhor livro de acordo com Sunday Times.

trecho

É legal quando há uma identidade visual forte nos livros de um autor. Procurei outros títulos do Nick Hornby lançados pela Companhia das Letras e as capas são no mesmo estilo. Gosto disso. Sobra a edição: nada de reclamações.

Recomendo para qualquer um que se interessar pela história, haha. A verdade é que não sei para quem recomendar. Acredito que a oportunidade dessa leitura não deve ser ignorada, pois as chances de arrependimentos são baixas ou nulas. Acho que gostei mais do livro do que imaginava, rs. Deu vontade de ler? Comente!

Publicado em: 16/ago/2014.
Livro enviado como cortesia.
Título original: A Long Way Down
Páginas: 304
ISBN: 8532520170
Skoob: Clique aqui para acessar
Tags: ,
Tags do livro: ,
Primeiro capitulo/Trecho: Clique aqui para ler
Em: LivrosResenhas

Gostou? Assine nossa Newsletter!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Sobre o autor

Anna Oliveira
Anna Oliveira

Cristã, formada em Marketing e em Gestão de Projetos. Escreve todos os dias, é apaixonada pela língua portuguesa e não vive sem o Duke, um vira-lata ciumento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar esses marcadores HTML e seus atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2011-2015. Desenvolvido por String - Tecnologia e Web.